Triscedecofobia…

Seu jogador de Gurps tem triscedecofobia [fobia ao número 13]? Ele achou que seriam pontos ganhos com facilidade? Pois mostre a ele que ele se enganou.

Aqui vai uma pequena coleta de assuntos que podem ter influência na sua sessão, para levar esse jogador esperto a ter mais pontos gastos em força de vontade, para resistir as várias Verificações de Pânico, que ele precisará fazer.

Em primeiro lugar, você já prestou atenção que em 2009 tivemos uma sexta feira 13 em fevereiro, outra em março e teremos ainda mais uma em novembro? Bom para o jogador com essa fobia.

*****

“Superstição” vem do latim superstitio, que significa “o excesso”, ou também “o que resta e sobrevive de épocas passadas”. Em qualquer acepção, designa “o que é alheio à atualidade, o que é velho”. Transposto para a linguagem religiosa dos romanos, o vocábulo “superstitio” veio a designar a observância de cultos arcaicos, populares, não mais condizentes com as normas da religião oficial.

O número 13 é tido ora como sinal de infortúnio, ora de bom agouro.

A crença de que o dia 13, quando cai em uma sexta-feira, é dia de azar, é a mais popular superstição entre os cristãos. Há muitas explicações para isso. A mais forte delas, segundo o Guia dos Curiosos, seria o fato de Jesus Cristo ter sido crucificado em uma sexta-feira e, na sua última ceia, haver 13 pessoas à mesa: ele e os 12 apóstolos.

Mas mais antigo que isso, porém, são as duas versões que provêm de duas lendas da mitologia nórdica. Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Daí veio a crendice de que convidar 13 pessoas para um jantar era desgraça na certa.

Segundo outra lenda, a deusa do amor e da beleza era Friga (que deu origem à palavra friadagr = sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, a lenda transformou Friga em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio. Os 13 ficavam rogando pragas aos humanos.

*****

Meia algumas com o número 13:

Nos tempos da escravidão, o terreno onde está o edifício das bandeiras (antigo joelma), era um pelourinho, onde se aplicavam castigos aso escravos. Após a abolição, muitas pessoas evitavam passar perto daquele local, em virtude das vozes e gritos por clemência que eram ouvidos.

No in início do século XX, construiu-se uma casa naquele terreno, sendo que ali residiam um rapaz, sua irmã e sua mãe. O rapaz manteve um relacionamento com uma empregada da casa, o que gerou o descontentamento de sua mãe e irmã. Não sendo aquele relacionamento aceito pelos seus familiares, o rapaz matou a mãe, a irmã, e as enterrou no quintal.

Esse fato foi descoberto alguns dias depois, por um vizinho bisbilhoteiro que subia numa árvore para espiar a vizinhança. Ele denunciou o assassino na polícia que o prendeu.

Bem, depois, em fevereiro de 1974, todos já sabem… Um grande incêndio aconteceu no então edifício joelma, e a partir desse incêndio surgiram novas lendas ainda, entre elas a do homem de cinzas que salvava os feridos.

Esse fato consta no museu da polícia civil de são paulo.

A propósito, no cemitério de vila alpina, na zona leste de são paulo, estão esnterrados os restos mortais de treze vítimas do joelma. Ali, dizem, aquelas “treze almas” fazem milagres. Entretanto, há uma advertência, como um epitáfio: “não acendem vela neste túmulo”.

Anúncios

5 Respostas

  1. O jogador não vai estranhar se de repente tudo na aventura tem o número 13 por trás? 🙂

  2. Mas não precisa ser tudo. Basta um único gancho desses e deixar o jogador saber que o número 13 tem influência no que está acontecendo.

    No mínimo, ele deveria ficar um pouco assustado.

  3. Se ele estranhar, azar o dele. Veja o caso do Mário “vocês vão ter de me engolir” Zagallo e sua predileção pelo 13. Se você olhar bem à sua volta vaui ver que 13 é um número MUITO mais comum do que eu gostaria. o PT, o partido do presidente, por exemplo, é 13.

  4. TA, mas como usar o 13 na aventura? continuei na mesma, ele tera estas desvantagens em 3 dias do ano, numa aveentura atual ele podia pedir folga nestes dias.

  5. Felipe, se num dia desses que ele pediu folga ele recebe treze cartas pelo correio? E se a décima terceira for para um convite para receber uma herança, ele iria? Se eu fosse o mestre, ele iria, se passasse em alguns testes de Vontade.

    Se num dia desses de folga ele quase é atropelado por um carro que tem placas XII-1313. Ele dormiria tranquilo, ou pensaria que isso seria uma conspiração contra ele?

    Ele tirou folga e ficou em casa se coçando e assistindo TV? E se a TV dele perder o sinal de todos os canais, com exceção do canal 13?

    Essa terceira opçãop acontece com frequência em alguns lugares, sabia? Seria só coincidência? Quem sabe. Depende da criatividade do Mestre fazer com que não pareça simples perseguição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: