É ótimo saber dos pontos de vista…

Acompanhando um fórum pela internet a fora presenciei essa linda conversa. Vejam aí como é estranho aceitar pontos de vistar diferentes, mesmo que esjetam certos.

Member1: Ei galera, souberam que estão fazendo uma nova versão de D&D? Espero que personagens demorem mais pra morrer na nova edição. Na minha opinião, personagens deveriam morrer apenas se é importante para o arco dramático da história ou se eles me encherem o saco.

Member2: Ah, eu não importo muito que os personagens morram, desde que sobre um para usar Ressurreição ou pagar um clérigo. De fato, na campanha que eu mestro existem Seguros de Vida mágicos, e às vezes os monstros dizem “ei, eu acabei de economizar uma boa grana na minha apólice de ressurreição!”. Bom, na verdade isso só aconteceu uma vez, e eu ainda não me recuperei da surra.

Member3: Vocês deixam seus jogadores usarem Ressurreição? Que ridículo. Na minha campanha, se você quer ressucitar alguém, você precisa pedir pro Sumo Sacerdote. Primeiro, você tem que fazer uma missão pra saber onde o Sumo Sacerdote está. Aí você faz uma missão pra deixarem você entrar no templo. Depois você faz uma quest pra poder falar com o Sumo Sacerdote. Em seguida você faz uma missão pra provar pro Sumo Sacerdote que você está falando sério. E aí é hora para uma missão DE VERDADE. Depois disso você pode ressucitar seus amigos, bem a tempo para eles te ajudarem a cumprir as missões de pagamento pela ressurreição.

Member4: Não acredito que vocês deixam os personagens voltarem dos mortos. Na minha campanha, se você morreu, morreu. Sem choro nem vela. Você só pega uma ficha em branco e começa a fazer um novo personagem, com um nível a menos que o anterior. Acho que algumas pessoas simplesmente não conseguem lidar com uma campanha hardcore. Eu só queria que eles tornassem as regras pra criação de personagens mais rápidas. É um saco quando você tem que fazer pausas de meia hora três vezes por sessão.

Member5: UM NÍVEL A MENOS? Você chama isso de hardcore? Na minha campanha, se você morrer seu personagem volta para o nível um. Por um tempo você engraxa os sapatos dos outros personagens, até ter experiência suficiente pra carregar as tochas deles. Isso se você não for parar no cemitério como parte das “cerimônias de iniciação” que os outros personagens inventam. Não gostou? NÃO MORRA! Isso é hardcore. Qualquer coisa a menos e os jogadores vão começar a tratar D&D como algum tipo de jogo.

Member6: Qual é, vocês estão jogando Terra Feliz: O RPG dos Ursinhos Carinhosos? Quando você morre você pode COMEÇAR DE NOVO? Na minha campanha, se seu personagem morre, você está fora da campanha. Cai fora da minha casa, você já era. Deixe as batatas.

Member7: Vocês deixam os jogadores simplesmente IREM EMBORA quando um personagem morre? Vocês fazem leite morno pra ele e contam uma historinha à noite também? Talvez uma massagem nos pés? Na minha campanha, se seu personagem morre, ele não volta, mas você sim. Você é forçado a sentar na mesa e ficar olhando os outros jogarem, sabendo que você era um perdedor patético que não conseguia nem manter seu personagem vivo. HARD. CORE.

member8: Vou apenas dizer que quando um jogador deixa um personagem morrer na minha campanha, aquele jogador nunca mais joga D&D, ou qualquer outro jogo. Nunca.

Cada resposta veio de uma cabeça diferente. Então, respeite a opinião do seu companheiro. Conteste-a, não concorde, mas aceite. Afinal opnião é opnião…

Anúncios

4 Respostas

  1. Caraca, acho que eles estavam tirando onda, mas hilário heheheh!

    Na minha mesa tem aquela de fazer personagem novo com um nível a menos. Isso mesmo se houver ressurreição.

    outra possibilidade é perder 1 ponto de constituição ao ser ressuscitado.

  2. Tentei me encaixar em algum ai, mas não deu.

  3. Léo, como você faz com um personagem que morre durante a campanha?

  4. Nas minhas campanhas, se o personagem morre, depende do cenário haver ou não ressurreição. Mas em geral bolo uma aventura para ressucitar alguém (sem a burocracia do sumo-sacerdote, entretanto) ou indico a montagem de um PJ novo equivalente ou mais fraco que os sobreviventes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: