Por que os pais sempre morrem?

Ontem estava eu lembrando do passado de alguns personagens que participaram de antigas aventuras mestradas por mim e constatei algo muito interessante: Os pais e mães geralmente morrem.

Será que, em cenários medievais, pais mortos levam os filhos a se aventurarem?

Levando em consideração que os jogadores, às vezes, querem voltar para casa, como disse a Elisa, em outros casos, o que eles querem exatamente, é não voltar em hipótese alguma. Muitos deles não têm irmãos, primos ou parentes conhecidos. Não têm por que voltar para casa. E quando voltam, sua casa já está sento utilizada por outra pessoa e às vezes por algum animal [alguém falou em um urso-coruja?!].

Em cenários medievais isso é bem comum de acontecer, pois os jogadores ficam livres para viajar sem empecilho ou sem motivos para voltas repentinas à sua origem. Porém em cenários atuais-contemporâneos é muito mais fácil de se encontrar essa situação.

Alguns jogadores pensam que seus pais são entraves para suas aventuras, mas para um mestre experiente os pais de um personagem são sempre motivos para ganchos interessantes durante uma aventura. Sem contar que, numa aventura nos dias de hoje, via celular, e-mail, Twitter, grupo da Google, ou qualquer outro método de comunicação instantânea, os pais do personagem podem dar aquele puxão de orelha no filho desnaturado, que mal manda notícias.

Mas por que matá-los antes de sair em campanha?

Numa enquete rápida que fiz com meus colegas jogadores de RPG que estão online [ICQ, Skype, Msn e Gtalk] falei com 19 jogadores. Desses todos, somente UM sabia dizer onde estava os pais de seu ultimo personagem. Ou seja, atualmente esse é um detalhe que o mestre deixa passar despercebido. E que poderia o ajudar muito.

Os mestres, os mais interessados no assunto não cobram isso do jogador. E os jogadores simplesmente ignoram as origens de seu personagem.

Conheço dois jogadores que adoram fazer o histórico de seus personagens. Emilson [RPG Sem Compromisso] e Mr. Pop [Pop Dice]. Vamos tentar fazer como eles, seus mestres vão agradecer!

Anúncios

6 Respostas

  1. Essa é, na minha opinião, uma herança dos primeiros rpgs, sem muita interpretação. Os personagens deixam de ser pessoas normais, com todas as suas particularidades e passam a ser apenas “aventureiros”. Vemos isso em O Senhor dos Anéis (os pais de Frodo morreram, os de Aragorn também), mas também há os personagens cuja filiação é de grande importância (Legolas, Gimli, Boromir e Faramir…). Quando fazemos um personagem, há tantas coisas pra pensar que acabamos esquecendo das coisas mais básicas da vida de qualquer pessoa.

    • Exato Ragnarockk, os jogadores esquecem que seus personagens são pessoas normais que ficaram poderosas por algum motivo especial para ele. Não acho que há tantas coisas mais importantes que a origem do personagem, durante o processo de criação. Eu diria, inclusive, que a origem é o mais importante, durante a criação de um personagem.

  2. Eu sei onde os pais de todas as minhas personagens estão. Se estão mortos eu sei todas as circunstâncias em que morreram. Acho meio babaca sempre os pais ou parentes estarem mortos. Mesmo sendo sozinho no mundo isso pode dar uma excelente motivação ao personagem para construir seu próprio lar, ou constituir família ou achar um grupo de pessoas para chamar de família.

    Quanto mais complexo e cheio de nuances mais divertido é jogar com o personagem. =P

    • Concordo Elisa. Acho que quanto mais complexo e detalhado, melhor o personagem. Costumo pensar primeiro na história dele e em seu passado para poder fazer as características do personagem. Nem sempre eu escrevo o seu background, mas sempre sei dizer esses detalhes…

  3. […] 24/04 – Por que os pais sempre morrem? […]

  4. Esse é um clichê que está até cansado. Eu não aprovo muito e muitos dos meus jogadores tinham famílias importantes que se envolviam nas aventuras, um deles teve tres gerações de aventureiros se sucedendo, outro era filho de um vilão da campanha com uma governante de um reino distante, etcetera. Eventualmente eles acabam virando os pais da próxima geração de aventureiros na próxima campanha.

    http://tvtropes.org/pmwiki/pmwiki.php/Main/ConvenientlyAnOrphan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: