Você conhece o Parkour?

Parkour2

Parkour, também conhecido como Le Parkour, é uma disciplina onde os praticantes – conhecidos como traceurs, ou traceuse, no feminino – usam seu corpo para passar obstáculo de uma forma rápida e fluente. No Parkour você aprende técnicas desde como subir um muro, até como pular de um lugar alto. Ele consiste em você correr de alguém/algo e nenhum obstáculo pode pará-lo. E não é só isso, além de passar os obstáculos, você deve executar os movimentos da forma mais natural possível usando o obstáculo como se fosse parte do seu corpo.

Quais os riscos físicos?

O Parkour se torna uma disciplina que requer muita concentração e dedicação, devido ao fato de que uma pessoa pode sofrer sérios machucados caso execute uma técnica errôneamente. Certos movimentos necessitam de muita concentração e dedicação para serem executados, é Parkour1preciso treiná-los antes, e quando o praticante adquire confiança no seu corpo e na sua mente, passa a executá-lo. Podemos pensar em um iniciante que tenta executar algo que está acima de seu domínio, neste caso, dependendo do risco do movimento, ele pode até morrer. É importante no Parkour ter objetivos principais, e mantê-los acima de sua aparência, afinal, o Parkour é uma luta contra você mesmo e é isso que torna o Parkour uma disciplina tão cativante.

Movimentos?
Movimentos ou técnicas é como se chama os modos de se passar por um obstáculo. Estes movimentos são muito variáveis, e é recomendável que o traceur treine a técnica básica do movimento para depois executar em uma run. A repetição é muito importante para evitar ferimentos, e o traceur deve ter consciência de quais são seus limites, de o que pode treinar. Às vezes uma técnica ajuda a execução de outra.

Run?
Parkour4O Run é a “alma do parkour”. Nele você aprende como usar todas as técnicas que você aprendeu. O Run são dois pontos, A e B, você corre do ponto A ao B, atravessando todos os obstáculos que encontrar pela frente. Numa Run você aprende a ter maior visão de onde suas técnicas podem ser aplicadas. Imagine uma pessoa que treine as técnicas por anos, porém, nunca fez uma Run, e no momento, tenha que fugir de algo. Ela com certeza, em certos momentos, terá de parar para pensar em o que executar para passar certo obstáculo, pois ela ainda não desenvolveu a habilidade de imaginar os movimentos. Esse é um dos motivos pelo qual uma Run é importante no Parkour, você treina técnicas e as usa na Run, assim você pode passar obstáculos facilmente, rapidamente e naturalmente.

Como surgiu?

O Parkour surgiu na década de 80, na França. David Belle usou inspirações no seu pai, um dos combatentes na Guerra do Vietnã, que usava alguma das técnicas do Parkour (que naquela época não possuia este nome) na guerra. David Belle então adaptou essas técnicas e as batizou “Le Parkour” (O Percurso). Após isso, ele treinava a sua disciplina, e com muita dedicação e tempo, foi reunindo pessoas. Mais tarde, ele apareceu em várias reportagens na mídia, então o Parkour passou de desconhecido à uma disciplina praticada no mundo todo.

Existem competições?

Essa é a parte legal do parkour, NÃO EXISTEM COMPETIÇÕES, você apenas compete com você mesmo. O Parkour se baseia na superação de limites, depois de um bom tempo treinando, você consegue coisas que antes achava impossível. O Parkour também é a liberdade, você aprende a interagir com o ambiente, e você se torna livre.

Duas frases que definem bem este tópico são: “É como se seu corpo estivesse ficado sempre no piloto automático, aí você descobre pela primeira vez que é capaz de controlá-lo” e “É ridículo procurar liberdade e acabar em uma cadeira de rodas”.

O que é preciso para treinar?

Outra coisa legal do Parkour é seu custo, não é necessário gastar dinheiro com acessórios caros. O que você precisa é de um bom par de tênis, uma calça e camiseta leves, e muita vontade de aprender. Mais tarde você até pode comprar um tênis mais sofisticado para melhorar sua performance, mas no início não é recomendado.Parkour3

Uma pergunta freqüente entre iniciantes é sobre utilizar ou não luvas. Não é proibido, mas também não é recomendado, quando você esta com as mãos “nuas” você tem melhor controle dos seus movimentos. Vale mais a pena passar a fase de dor, e esperar suas mãos calejarem.

Outra detalhe é que o Parkour é uma disciplina totalmente independente de professores ou instrutores, o interessado deve procurar alguem que ja treine para conseguir algumas dicas, ou procurar dicas na internet.

Filosofia?

Sim, o Parkour não é só composto de movimentos. Por trás de cada movimento há uma filosofia de porque executá-los. O Parkour não foi feito para impressionar outras pessoas, ele foi feito por motivos de que cada traceur deve buscar o seu.

Acrobacias não são Parkour, fazem parte de outras atividades como o Circo Acrobático e a ginástica olímpica. Muitos praticantes de Parkour o fazem por conseguirem, mais sempre procuram fazer a distinção entre uma acrobacia qualquer e os elementos do parkour propriamente ditos. Existe esta diferenciação porque no parkour geralmente opta-se por aquilo que é mais eficiente ao inves do que é mais performático. Sempre supondo que a meta é se locomover da maneira mais eficiente e rápida possivel.

Como posso começar?

Antes de nada, você vai necessitar de um preparo físico, levando em consideração que seu corpo será muito exigido durante a pratica.

Outro detalhe importante: os alongamentos e o aquecimento antes do treino. Após fazê-los, você pode treinar as técnicas mais básicas.

Lembre-se, o parkour requer muita dedicação, e não tente fazer o que você não tem certeza que consegue. Segurança é mais importante que beleza.

O que tem a ver Parkour com RPG?

O único sistema onde eu vi falando sobre essa atividade foi em Ao Cair da Noite. Em outros ele pode ser tratado como um esporte qualquer, mas não é. Afinal, sua ligação tão peculiar com

Em Gurps seria uma perícia DX/D, com pré-requisito Acrobacia 12+;

Em WoD 2.0 é uma Vantagem (merit) com 5 diferentes níveis [vide Promethean, The Created];

Em 3D&T exigiria testes de H-2;

Em D&D deixo para meus amigos especialistas na área para criar.

É uma idéia interessante. Um conceito diferente para ser utilizado. Algo inovador e que pode ser o diferencial do seu personagem.

Anúncios

14 Respostas

  1. Parkour é uma Vantagem (merit), com 5 níveis, no Novo Mundo das Trevas, que saiu em um dos livros de Promethean, The Created.

  2. acredito que usando as perícias corrida+acrobacia+salto+escalada você tem parkour, não precisa de uma nova perícia para isso…

  3. Gilberto, creio que você esteja falando de Gurps.
    A decisão de criar uma nova perícia é para diminuir o número de testes necessários. Claro que é possível de usar as perícias que você citou, mas veja:

    Num salto básico de Parkour, do seu modo, precisaríamos de um teste de corrida [eu exigiria, para o impulso do salto], um de salto e um de acrobacia [para o pouso ou o contorno do corpo enquanto estivesse no ar].
    Já com a nova perícia seria revelado a dificuldade [redutor no NH] e o jogador faz somente uma jogada.

    Creio que o dinamismo seja um ponto forte na criação de novas perícias.

    E se pensarmos desse modo, muitas outras érícias seriam descartadas, concorda?

    • mais ou menos, teste de corrida para conseguir correr é igual a teste de instrumento musical para segurar um violão, a pessoa sabe como fazer, você simplesmente soma uma parte do NH na perícia com a sua velocidade, salto também, você apenas usa o NH para calcular o salto, o único teste que será necessário será o de acrobacia se cair de uma distância alta, caso contrário, nem isso…
      Exemplo: Jack tem ST10/DX10/IQ10/HT10, sua velocidade básica é 5, ele tem NH8 em corrida(aumentando a velocidade para 6), NH13 em salto e NH12 em acrobacia, quando Jack está correndo, resolve saltar por cima de um corrimão(1m), e cair em um andar abaixo(3m) sem passar pela escada, corrida não se faz testes, a pessoa simplesmente corre, salto também não, só se faz um cálculo para ver a altura que ele salta([NHX7,5-25]+60=1,3m) que totaliza cerca de 1,3m, logo ele consegue saltar, quando ele cair no andar abaixo, aí sim precisará fazer um teste de acrobacia e passar ou levar 1d-3 de dano
      além do mais, fazendo apenas uma perícia, mesmo sendo F/D, ainda vai ser muito poderosa, uma vez que conta como salto, acrobacia, escalada e talvez corrida

      • Mas Gilberto, voce concorda que você resumiu o Parkour a um teste de Acrobacia? Não ficou muito diferente do que eu propus.

        A diferença é que eu não citei o dano por queda e nem outros detalhes, por não querer falar num único sistema.

        Mas fica a dica. Como você falou, pode-se fazer esses cálculos e usar a sua idéia…

        Obrigado pelos comentários…

      • bom, estou simplificando le parkour a acrobacia, salto e escalar, mas o parkour na prática é uma combinação dessas técnicas, principalmente porque não tem regras exatas de como deve ser feito ou algo assim, tem apenas a idéia básica, se uma pessoa pretende incorporar um movimento de capoeira, ela pode, então não tem jeito certo, assim como não tem jeito certo de escrever um livro, ou uma poesia, você pega 50 pessoas boas nisso e nenhuma vai usar exatamente as mesmas técnicas, assim como acrobacia, uma pessoa que viveu no o circo, uma que fazia parkour, uma que dançava hip-hop e uma que fez ginástica olímpica, todas vão usar acrobacia, apesar de cada uma ter seus próprios métodos, se você for tentar fazer uma nova perícia para cada um desses treinamentos(e muitos outros, pois cada perícia tem milhares de forma de treinamento), um livro de GURPS vai ter que lançar 10 suplementos só com perícias…
        agora eu estou falando de GURPS pq é o sistema que eu melhor entendo e o que jogo atualmente, mas isso pode ser traduzido a vários outros jogos…

  4. Videozinho que coloquei na comunidade RPG Brasil sobre Le Parkour. David Belle é o mais fervoroso divulgador do estilo:

  5. YEAH!!!

    Parkour na veia! Dentro e fora do RPG! Segue um dos primeiros vídeos do meu clã (de verdade) de Parkour!

    É nóis!

  6. Esse cara não é normal! [2]

    http://xpock.tv/play.php?vid=2170

  7. Aê Darkangellus, você tem razão. Esse cara não é da Terra…

    E se é, ele é maluco… hahaha

  8. É cobbi, se esse foi um dos seus 1° videos, garanto q vc faz melhor agora, pq eu com 4 Meses de parkour, to fazendo isso td…..
    Haaa, e eu só tenho 14 anos heim 😛 kkkkkkkk

    Vlw heim pessoal…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: