Galeão para GURPS

INICIATIVA GURPSEsse é um post da INICIATIVA GURPS! Esses posts são sempre conjuntos, temáticos e periódicos. Assim, de 15 em 15 dias, você pode conferir a visão de vários autores sobre um mesmo assunto.

O tema desta edição da INICIATIVA GURPS é PIRATAS!

Caro leitor,

Depois do post do Alexandre Fnord, sobre caravelas para GURPS… resolvi aproveitar a deixa e expandir as lista de navios para seu jogo de GURPS. Afinal de contas… seus piratas e vão precisar de outros navios para abordar, pilhar, saquear e quem sabe velejar…

O Galeão

Descrição e Histórico

O galeão é um grande navio a vela usado principalmente pelas nações da Europa nos séculos XVI a XVIII. Podia ser utilizado para guerra ou comercio sendo geralmente equipados com canhões do tipo demi-colubrina (veja armamento).

Os Galeões são uma evolução da Caravela ou Carrack (também conhecidas como nau em português), para as viagens oceânicas da época das grandes navegações. A redução da proa e o alongamento do casco forneceram um nível de estabilidade na água, reduzindo a resistência do vento na parte da frente, levando a uma embarcação mais rápida e com maior capacidade de manobra.

O galeão difere das embarcações mais antigas por ser mais longo, mais baixo e estreito, com uma popa quadrada, em vez de um de popa arredondada, e por ter um focinho ou cabeça de projetando para a frente dos arcos abaixo do nível da proa. Em Portugal, pelo menos, as Naus eram geralmente muito grandes para seu tempo (muitas vezes com mais de 1000 toneladas), enquanto os galeões tinham em sua maioria menos de 500 toneladas, embora os galeões de Manila atingissem até 2000 toneladas. As Naus tendiam a ser levemente armadas e usadas para o transporte de carga, enquanto os Galeões foram construídos especialmente para serem navios de guerra. Por isso eram mais fortes, mais bem armados, e também mais barato de se construir (5 Galeões custavam em torno de 3 naus) e eram, portanto, um melhor investimento para o uso como navios de guerra ou de transportes. Há disputas nacionalistas sobre suas origens e desenvolvimento, mas cada poder naval no Atlântico construíram modelos de acordo com suas necessidades, aprendendo constantemente com seus rivais

Um galeão era alimentado por três a cinco mastros, geralmente utilizando uma vela latina no ultimo mastro. Eles foram utilizados tanto para tarefas militares quanto comerciais, os galeões mais famosos foram utilizados nas frotas de tesouro espanhol. Na verdade eles eram tão versáteis que o mesmo navio durante sua vida útil geralmente tinha sido convertido para ambos os tipos de usos inúmeras vezes.

O galeão foi o protótipo de todos os navios quadrados equipados com três ou mais mastros por mais de dois séculos e meio incluindo a Fragata.

Os principais navios de guerras das frotas inglesas e espanholas no confronto da Armada Espanhola de 1588 eram galeões. Os ingleses utilizaram galeões modificados para corridas que foram desenvolvidos por John Hawkins, que foram decisivos para a vitoria dos ingleses. Já os galeões espanhóis eram espaçosos e desenvolvidos para grandes viagens oceânicas. Estes foram muito resistentes o que garantiu a eles suportarem a batalha e as tempestades da viagem de volta para a Espanha.

Construção

A quilha dos galeões são feitas da madeira de carvalho, já os mastros são feitas de pinho e várias madeiras duras são utilizadas para a fabricação do casco e dos convés. As despesas para a construção de um galeão é enorme. Geralmente são empregados uma centena de especialista (como carpinteiros, ferreiros, fundidores… etc) que trabalham dia e noite por meses para que um galeão seja navegável. Os canhões mais utilizados são as demi-colubrinas, embora artilharias maiores podem ser empregadas.

As caracteristicas mais marcantes do galeão incluem: o bico longo, a vela latina e a galeria quadrada na popa fora da cabine do capitão.

Por causa dos longos períodos de viagem no mar e por causa das péssimas condições a bordo, grande parte da tripulação com freqüência sucumbe durante a viagem, sendo assim um sistema avançado de mastreação de navio foi desenvolvido para que uma embarcação possa ser navegada por uma tripulação mínima (uma fração menor da tripulação que geralmente estará abordo no momento da partida)

Com a evolução do galeão para os Navios de linha, o bico longo e estreito se torna curvo, menor e mais vertical. Além disso velas patíbulo são adicionadas e eventualmente a vela latina é substituída por velas quadradas e uma vela “spanker”. Como a prática de abordagem foi reduzida, os castelos de proa e de popa foram reduzidos para melhorar a manobrabilidade.

Armamento

A demi-colubrina é um canhão de porte médio menor do que uma colubrina regular que foi desenvolvida no século XVII. Barris de demi-colubrina típicos possuem 11 pés (3.4 m) de comprimento e um calibre de 4 polegadas (10 cm) e podem pesar até 3400 libras (1500 Kg). Este tipo de canhão requer 6 libras (2,7 Kg) de pólvora negra para atirar uma bala redonda de 8 libras (3,6 Kg) porém podem utilizar munições mais pesadas de 9 libras (4,1 Kg) ou 10 libras (4,5 Kg). Um canhão desde porte possui uma distância efetiva de 1800 pés (550 m)

Galeões notáveis

  • São João Baptista apelido Botafogo, foi o navio de Guerra mais poderoso na época de seu lançamento (1534) pelos portugueses; tornou-se famoso durante a conquista de Tunis, quando foi comandado pelo infante Luís. Duque de Beja;
  • Galeões Manila: Navios mercantes espanhóis que zarpavam uma a duas vezes por ano através do Oceano Pacífico entre Manila nas Filipinas e Acapulco na Nova Espanha (hoje México); (1565 – 1815);
  • San Salvador: embarcação capitânia na expedição de João Rodrigues Cabrilho (1542) que explorou a região que hoje é conhecida como a Califórnia (EUA);
  • Golden Hind: a embarcação na qual Sir Francis Drake deu a volta ao mundo (1577-1580);
  • Ark Ralegh: embarcação projetada e construída por Sir Walter Raleigh. Foi escolhida por Lord Howard, almirante da frota inglesa para ser o navio capitania contra a Armada Espanhola em 1588, sendo renomeada para Ark Royal;
  • Revenge: um galeão construído em 1577, nau capitânia de Sir Francis Drake na Batalha da Armada Espanhola em 1588, foi capturada pela frota espanhola de Flores em Açores em 1591 e afundado quando estava sendo navegado para a Espanha;
  • São Martinho: O galeão português, nau capitânia do Duque de Medina Sidonia comandante em chefe da Armada Espanhola;
  • Triumph: o maior galeão Elizabetano, nau capitania de Sir Martin Frobisher na batalha da Armada Espanhola.
  • Nuestra Señora de La Concepcíon: galeão espanhol de apelido “Cacafuego” por causa de seu potente canhão. Foi capturado por Sir Francis Drake em 1578 e todos os seus tesouros foram levados para a Inglaterra.
  • Padre Eterno: galeão português lançado em 1663. Foi considerado o maior navio do seu tempo. Carregando 144 peças de artilharia e capacidade de carga de 2000 toneladas.

Exemplos de Galeões:

Galeão Espanhol (usando as regras do GURPS GURPS Swashbuckler e adptado para 4E…. confira o post anterior da iniciativa)

galeao_espanhol

galeao_guerra_espanholFast_Galeon_ingles

Galeão Espanhol

Spanish_Galleon.jpg

Dados do Navio

Tipo:

Navio

Subtipo:

Galeão

Comprimento:

37

Largura:

16

Tonelagem:

1000

Função:

Mercante

Velocidade

KM/h

mph

Velocidade Média:

10

6

Velocidade Máxima:

15

9

Manobrabilidade:

-4

RD:

20

PV:

90

Artilharia

Número canhões

Máximo

Atuais

30

30

Poder de Fogo

Taxa de poder de fogo

342

171

Detalhamento dos canhões

Peso

Qt

Peso

Qt

Peso

Qt

Peso

Qt

3

0

9

10

16

0

33

0

6

0

10

6

18

4

7

0

12

10

24

0

Tripulação

Mínima

Usual

Máxima

20

50

70

Tripulação vs canhões

25%

50%

75%

100%

35

69

104

138

Custo:

$                485,400.00

Anúncios

5 Respostas

  1. Sem base esta postagem, além da lição sobre história, animal a possibilidade de jogar (ou tomar) um destes. Fica ainda o desafio para os jogadores levantarem fundos para conseguir construir um. 100%

  2. Cara, fantástico…
    Historicamente e também sob as regras para a 4E…
    Ótima leitura…

  3. […] INICIATIVA GURPS – As Caravelas Piratas para seu jogo. Criando Navios a Vela para GURPS Galeão para GURPS Termos Náuticos Navios de linha Navegação – Os Custos de uma Tripulação Fluyt – O navio […]

  4. […] INICIATIVA GURPS – As Caravelas Piratas para seu jogo. Criando Navios a Vela para GURPS Galeão para GURPS Termos Náuticos Navios de linha Navegação – Os Custos de uma Tripulação Fluyt – O navio […]

  5. […] INICIATIVA GURPS – As Caravelas Piratas para seu jogo. Criando Navios a Vela para GURPS Galeão para GURPS Termos Náuticos Navios de linha Navegação – Os Custos de uma Tripulação Fluyt – O navio […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: